O mais recente lançamento anunciado pela editora DarkSide® Books é o livro O Diário de Myriam. O título fará parte da linha Crânio e já estamos mais do que ansiosos para conferir a obra literária! O livro foi escrito por Myriam Rawick em colaboração com o jornalista francês Philippe Lobjois. Nele, a Guerra da Síria é vista e contada através dos olhos de Myriam. Ela é uma garota que sonha em ser astrônoma e que, de repente, vê tudo mudar por causa de um conflito que está fora compreensão.

Myriam começou a registrar seu cotidiano após sugestão da mãe para que, um dia, se lembrasse de tudo o que tinha vivido. Por isso, seus relatos são de novembro de 2011 a dezembro de 2016. E os capítulos são alternados entre memórias do passado no bairro em Alepo (o triste é que o bairro não existe mais) e os dias que tinham sempre finais imprevisíveis durante o período da guerra.

Apesar de 70 anos separarem Myriam de Anne Frank, é impossível não lembrar da garota judia e seu diário que emocionou o mundo. Enquanto Anne tentava sobreviver durante a guerra comandada por Hitler, Myriam vê seu mundo destruído num piscar de olhos. Contudo, em ambos os casos, a esperança e resistência foram reforçadas através das palavras dessas garotas.

Livro premiado, agora na linha Crânio

O Diário de Myriam venceu o Prêmio L’Express-BFMTV 2017 na categoria Ensaios. Ele traz reflexões do agora para que o leitor seja estimulado a entender e se questionar mais sobre o mundo no qual vivemos. Além, é claro, de gerar mais empatia e amor, né? Ele faz parte da proposta da nova linha editorial de não ficção da DarkSide Books, a Crânio!

É necessário lembrar que a Guerra da Síria deixou mais de 400 mil mortos. E deu origem às recentes discussões sobre refugiados. Mais de 5 milhões de pessoas foram afetadas pelas guerra ao longo dos últimos sete anos ficando sem lar, registrando o maior deslocamento de pessoas no mundo após a Segunda Guerra Mundial.

Fonte: DarkSide® Books